3 pontos sobre o drama Hwarang
Poster do drama coreano Hwarang

3 pontos sobre o drama Hwarang

Hwarang poster
Fonte: KBS2
ELENCO PRINCIPAL

 

Protagonistas

Park Seo-joon como Moo-myung/Sun-woo rang

Go Ara como Ah-ro

Park Hyung-sik como Sammaekjong/Kim Ji-dwi

 

Hwarang

Choi Min-ho como Kim Soo-ho

Do Ji-han como Park Ban-ryu

Cho Yoon-woo como Kim Yeo-wool

Kim Tae-hyung como Seok Han-sung

 

 

CUIDADO! Contém spoiler!

 

 

História (com uma pitada de opinião)

Eu penso em fazer uma resenha sobre Hwarang faz muito tempo, mas acabou que nunca tive a chance verdadeira (ou eu que estava frustrada demais na época para isso).

Nunca fui muito fã de dramas de época (e você vai me ver falando disso várias vezes).

Acho que é um dos poucos temas que eu realmente não me empolgo em ir atrás ou fico ansiosa para assistir.

Hwarang, porém, foi diferente. Eu assisti mesmo porque era o primeiro drama que Kim Taehyung (conhecido como V do grupo BTS) como ator, e aproveitei que gostava de outros atores do elenco para me agarrar a ideia de assisti-lo.

Logo que eu vi os teasers, eu achei que Hwarang seria um drama um tanto cômico. Parecia ter uma pitada de comédia na maioria das cenas, então eu realmente esperava por isso. E não vou mentir, tem sim.

Hwarang tem umas cenas muito divertidas, que fazem você relaxar do restante da história e que eu realmente gosto quando colocado em um drama da maneira correta, sem ser forçado. 

 

cena de hwarang kim taehyung
Fonte: KBS2

 

E, além de engraçado, ele definitivamente é fofo.

Tem bons momentos entre os principais que te fazem sorrir feito boba, principalmente no quesito bromance (acho que eu gosto demais dessas coisas).

O Yeowool e o Hansung são um exemplo de amizade muito cativante e divertida. Os dois personagens apareciam menos, mas isso não tirava de modo algum o brilho deles quando surgiam na telinha.

O personagem do Taehyung é o Hansung, personagem que ficou famoso entre os fãs do cantor e, agora, ator. Para quem conhece o grupo BTS e acompanha, sabe que o personagem tinha uma essência total do próprio Taehyung e isso só fez com que as fãs se apaixonassem ainda mais pela sua atuação. As cenas eram poucas, mas sempre muito bonitinhas, divertidas e fofas. E não vou nem comentar das emocionantes.

 

cena de hwarang choi minho e kim taehyung
Fonte: KBS2
cena de hwarang
Fonte: KBS2

 

Vou dizer a verdade, era praticamente impossível não se apaixonar por cada um deles.

Inclusive, em um dado momento, acho que logo quando o drama começou, eu desejei que ele fosse apenas sobre os garotos que faziam parte do Hwarang e nada mais. Podiam excluir todo o resto, o romance, as brigas, eu poderia muito bem assistir uns 20 episódios apenas deles interagindo e fazendo suas maluquices.

Mas, óbvio, isso não aconteceu. E não tinha problema porque eu estava me divertindo o suficiente assistindo as cenas em que eles aprendiam, brincavam, tinham seus problemas, se provocavam e se conheciam mais

 

cena de hwarang os hwarang
Fonte: KBS2

 

E não vou nem comentar o quão lindo todos eles ficaram com esses cabelos compridos né?

 

O romance

Vou separar essa parte simplesmente porque ela é o grande motivo de toda e qualquer frustração que eu tive ao longo de Hwarang. Você pode achar exagerado da minha parte, mas se já leu outras resenhas minhas, vai notar que eu tive bons motivos para isso (eu juro).

Veja bem, não é que eu não tenho gostado do romance (mentira, é sim), mas é que no começo da história, quando nós somos apresentados a AhRo, ela se mostra uma personagem muito incrível, divertida, que se importa com os outros e que sabe se virar. Mas aí tudo vira de ponta cabeça, ao menos do meu ponto de vista, quando ela se vê no meio daquele triângulo amoroso criado.

O personagem do ator Park Hyungsik, o futuro rei, me irritou praticamente do começo ao fim porque ele simplesmente parecia não ter atitude. No entanto, quando se tratava do seu interesse amoroso, ele tinha algumas atitudes totalmente desnecessárias e que faziam AhRo não gostar dele tanto assim.

Daí em diante, o modo como a “amizade” deles se desenvolveu foi um pouco bizarra, e eu acho que eu esperava um pouco mais de como um ia tratar o outro, não romanticamente falando, mas em questão de se ajudar e apoiar.

 

cena de hwarang park seo joon e park hyung sik
Fonte: KBS2

 

Enfim, quando o personagem do ator Seojoon entra em cena e desenvolve toda aquela rivalidade com o Sammaekjong/Kim Ji-dwi, a coisa começa a ficar divertida porque eles tem um relacionamento muito engraçado.

É uma espécie de rivalidade misturada com amizade, então você tem aqueles momentos tensos e os momentos engraçados, que te fazem surtar e rir.

E, convenhamos, Moo-myung/Sun-woo rang, dava cada tapa na cara do seu rival em questão de atitude que era inacreditável. Eu ficava chocada toda vez que percebia que o Sammaekjong/Kim Ji-dwi devia fazer algo, mas quem se colocava na frente era o “rival”. Eu acho que o personagem dele acabou ficando apagado em momentos que ambos podiam brilhar.

Mas, porém, contudo, todavia, entretanto… o meu problema maior foi a AhRo. Sua personagem, pra mim, em alguns momentos simplesmente ficou… entediante. Ela não era mais a menina incrível e engraçada do começo, ela simplesmente ficava ali vivendo toda aquela confusão que meteram ela (de todos os lados, diga-se de passagem) e todas as cenas dela passaram a ser ao redor do triângulo amoroso. E eu queria que ela tivesse mais foco do que só a garota que estava apaixonada.

Admito que eu não shippei. Na verdade, eu gostava muito mais do personagem do Seojoon e do Hyungsik, em toda sua amizade-rivalidade, do que o casal verdadeiro, mas isso sou eu.

 

Cena de hwarang go ara e park seo joon
Fonte: KBS2

 

Lógico que havia momentos em que o relacionamento deles era simplesmente a coisa mais adorável. O modo como ele tratava AhRo era extremamente fofo e não havia como negar o quanto ele gostava dela e vice-versa.

Talvez eu esperasse que o romance entre eles não fosse se tornar um empecilho. Não sei ao certo o que eu esperava (hahaha estou rindo para não chorar, vou ser sincera) e posso estar bem louca em tudo que estou digitando. Enfim.

Em um dado momento, eu achei que o romance entre os dois só estava atrapalhando o desenrolar da história e desejei que ele nem sequer tivesse existido. Sei lá, que permanecesse apenas no lado platônico.

No fim, não atrapalhou tanto assim, porque foi apenas um triângulo amoroso clichê (que, inclusive, eu detesto em 90% das vezes), com a diferença que desde o começo a mocinha sabia exatamente quem ela queria e isso não mudou.

 

Conclusão final

De todo modo, excluindo tudo o que eu falei sobre o romance, eu acho que Hwarang foi um drama bem previsível e simples, mas o fator comédia foi o que o tornou diferente de algum modo.

Isso, porém, não tirou tirado o fato de que eu tenha achado a história um pouco… rasa. Eu imaginava a maioria dos acontecimentos toda vez que havia um conflito e ele precisava de um desfecho, o que me desapontou um pouquinho porque eu adoro um plot twist e momentos que não estamos esperando de modo algum.

Então, mesmo não gostando muito de dramas de época (olha eu de novo falando sobre isso!) e tendo me irritado um pouco (talvez demais) com o romance (me perdoem), eu gostei muito de Hwarang e seus personagens.

Mais do que isso, eu amei a amizade que se desenvolveu fora do drama entre os atores. Acho que isso foi a coisa que mais me cativou, pois o que eles tinham lá dentro, acabou sendo transportado para fora.

 

Ensaio fotografico cast hwarang
Fonte: High Cut

 

Não me arrependo de nada, só precisava tirar isso do coração. 

E, claro, dizer que amei assistir Hwarang de todo modo, principalmente por ver o Taehyung atuando pela primeira vez em um drama, e sendo tão bem recebido por atores incríveis que eu amo de paixão. Foi algo que me fez gostar da história de algum modo e assisti-la até o fim (mas eu não veria novamente, admito).

Mesmo tendo uma certa birra com algumas (várias) partes e não gostando (muito) de dramas de época.

Nada é perfeito, né, gente?

Compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu