You are currently viewing Resenha do dorama: Caçadores de Demônios na Netflix

Resenha do dorama: Caçadores de Demônios na Netflix

 

 

  • Drama: The Uncanny Counter (título em inglês) ou Amazing Rumor (título literal) ou Caçadores de Demônios (Netflix)
  • Hangul: 경이로운 소문
  • Diretor: Yoo Sun Dong
  • Roteirista: Jang Yi (webcomic), Yeo Ji Na (episódio 1 ao 12), Yoo Sun Dong (episódio 13) e Kim Sae Bom (episódio 14 a 16)
  • Emissora: OCN
  • Episódios: 16
  • Data de lançamento: 28 de novembro de 2020 até 24 de janeiro de 2021
  • Idioma: Coreano
  • País: Coreia do Sul

 

Assista na Netflix

 

Sinopse: Eles trabalham em um restaurante e também são, secretamente, caçadores de demônios. Com suas habilidades especiais, eles perseguem espíritos malignos que atacam os humanos.

 

ATENÇÃO! Essa história contém cenas de bullying, violência e sangue.

Contém pequenos spoilers da história, apenas para dar contexto conforme eu vou escrevendo a resenha.

 

Personagens principais

So Mun

So Mun (Jo Byeong Gyu)

É um estudante colegial de 18 anos e o mais novo membro dos caçadores. Quando criança, se envolveu em um acidente de carro que matou seus pais e feriu sua perna, deixando-o manco.

 

 

 

Do Ha Na

Do Ha Na (Kim Se Jeong)

Fria, ela não gosta que ninguém a toque e tente descobrir sobre seu passado. Ela consegue sentir os espíritos a quilômetros de distância e ler memórias apenas com o toque.

 

 

 

 

Ga Mo Tak (Yu Jun Sang)

É um ex-policial que sofreu um acidente sete anos atrás e que levou a perda de sua memória.

 

Chu Mae Ok (Yum Hye Ran)

É a chefe do restaurante em que todos eles trabalham como fachada.

 

Choi Jang Mool (Ahn Suk Hwan) 

É o caçador que cuida das despesas financeiras do grupo.

 

Poster Caçadores de Demônios
Fonte: OCN

Sobre o plot

Esse dorama está disponível na Netflix e eu comecei ele sem pretensão alguma, apenas porque tinha esse toque de fantasia com demônios que me chamou bastante atenção.

Print de Caçadores de Demônios no Tapas
Caçadores de Demônios em inglês no aplicativo Tapas

 

A história é baseada em um webtoon, e ele está disponível no tapas traduzido em inglês (os quatro primeiros capítulos são gratuitos e os demais são pagos) de mesmo nome e pelo que andei lendo por aí, parece que seguiu até que bem fiel na primeira temporada.

E se você a vibe de “não quero assistir doramas com romance demais ou com qualquer tipo de romance”, acho que essa pode ser uma boa escolha para o momento.

Caçadores de Demônios tem seus momentos de lágrimas, mas também te arranca algumas risadas e é bastante divertido de acompanhar.

São episódios com bastante ação justamente por causa da proposta da história, já que são caçadores que possuem poderes especiais para lutar contra os demônios. 

Não me lembro de nenhum momento em que achei que a história ficou chata e arrastada, pelo menos não a ponto de pensar que eu deveria desistir de assistir. Até porque eu engoli os episódios em poucos dias, então né.

Como todo bom dorama de fantasia ou até mesmo policial, tem aquele início que mostra algum acontecimento no passado. Nesse caso, temos o pontapé inicial para mostrar nosso protagonista, So Mun, e sua família.

So Mun é um garoto que, aos 11 anos de idade, sofreu um acidente de carro com seus pais. Ambos morreram na hora e So Mun, o único sobrevivente, teve um dano em sua perna que o deixou manco.

Agora, com 18 anos, ele é um garoto que gosta de desenhar super heróis e tem dois melhores amigos que o apoiam em absolutamente tudo. Sério, a amizade desses três é a coisa mais fofa desse mundo, eles amam demais o So Mun e a recíproca é extremamente verdadeira.

Esse ponto de amizade é algo que sempre me deixa sentimental porque eu gosto quando eles enfatizam isso, sabe? Não é aquela amizade simples, é uma ligação forte.

Sim, eu vou repetir sobre a amizade deles e entre os caçadores o tempo todo. 

Poster Caçadores de Demônios
Fonte: OCN

No dia de seu aniversário, So Mun e seus amigos vão ao “Macarrão da Eonni”, um restaurante extremamente popular que vende um macarrão delicioso e que só fica aberto por pouco tempo.

É neste restaurante que estão eles, os caçadores de demônios.

O modo como os personagens viram caçadores de demônios é bastante interessante e esse spoiler eu não vou dar porque senão perde a graça, né? 

Mas o que posso dizer é que So Mun se envolve com os caçadores no dia de seu aniversário, após um acontecimento inusitado. A princípio, ele recusa o trabalho, mas após ver um de seus amigos sofrendo, ele resolve aceitar essa missão e começa a treinar para lutar contra os demônios.

Os espíritos são os que ajudam os caçadores com os demônios e permitem que eles tenham essas habilidades especiais. As habilidades, no entanto, não são iguais para todos e cada um descobre a sua ao ir treinando.

Os demônios, conforme se alimentam da alma de humanos, vão evoluindo de nível. Existe o nível 1, 2, 3 e 4 (o pior deles).

A partir daí, é quando a história começa a tomar um rumo que envolve mais ação, pois os caçadores lutam com os demônios para poder invocá-los até Yung.

Yung é o território onde ficam os espíritos e para onde vão as almas dos humanos que morreram e dos demônios invocados. De um modo geral, é o além.

 

Impressões da história

Quem acompanha minhas resenhas há alguns anos sabe que eu costumo gostar de três elementos: fantasia, policial — principalmente os que envolvem assassinatos e serial killers — e amizade.

De certo modo, Caçadores de Demônios me deu tudo isso ao seu próprio modo.

A amizade de So Mun com seus amigos de infância e a amizade que ele desenvolveu com os outros caçadores é algo que deixou meu coração quentinho. 

Além da confiança que tinham um no outro, eles também possuíam aquele senso de proteção. Era tão fofo ver os amigos de So Mun tentando protegê-lo, não porque ele era um garoto que mancava, mas porque ele possuía uma pureza. O bullying praticado com seus amigos acaba quebrando um pouco aquele garoto fofo e alegre que ele era apesar de todas as coisas que passou na vida.

O personagem de So Mun tem um bom desenvolvimento. Quando ele abre os olhos para o bullying que acontece no colégio, com seus amigos, e quando ele se envolve com os caçadores e ganha seus poderes, seu amadurecimento foi grande.

O bullying na escola e seus amigos de infância foram de bastante importância para o enredo e para So Mun, mas eu tive a impressão que ao longo dos episódios, esse assunto ficou em segundo plano, quase até mesmo esquecido. 

Na verdade, acho que aqui foi mais um caso de não ser necessário encaixar aqueles momentos de amizade entre eles no meio de batalhas com demônios, do mesmo modo que seria péssimo se encaixassem um romance que tirasse todo o foco da história.

Quando eu escrevi a resenha de A Noiva de Habaek, o que eu mais apontei foi justamente o fato de o romance do casal principal tomar todo o foco da história e se perder completamente do grande objetivo. A proposta de Habaek daria uma ótima fantasia, trabalhando com deuses e um mundo só deles, mas que foi totalmente esquecido porque o romance tomou todos os minutos disponíveis nos episódios.

Então, ponto para Caçadores de Demônios por não se perder com isso. Inclusive, o próprio ator que interpreta So Mun disse que os fãs gostariam de um romance, e ele vê possibilidade de isso acontecer, mas sem que isso tire o foco da história. É isso aí, meu filho, concordo!

Outro ponto interessante em Caçadores de Demônios é que você sabe que há um grande vilão, mas você também sabe que não é o único. Eu acho que fica interessante quando não é apenas uma única pessoa se dando bem o tempo todo e que leva um tombo lá no final.

Até porque, apesar de So Mun ser o protagonista, ele não é o único caçador e com certeza não é o único que possui uma história.

Aqui entra outro ponto que gosto bastante, apesar de não ser absolutamente tudo interligado, os personagens possuem seus passados e precisam se resolver com eles de alguma forma. 

E, minha gente, tem um determinado episódio que eu devo dizer que chorei feito uma idiota e quando achei que tinha passado, que tudo estava bem de novo, eu fui lá e chorei mais porque eles me deram uma rasteira e tanto!

Não digo que foi um plot twist nem nada, era algo até que eu estava preparada porque eu achava que poderia acontecer, mas mesmo assim, quando aconteceu, o choque foi grande porque eu fiquei uns dez minutos olhando pra tela pausada e pensando “por que diabos vocês precisavam fazer isso justo agora?”

Enfim, não foi o episódio que eu mais chorei, existiu outro que me fez perder quase toda a água do corpo de tanto chorar, mas foi marcante de toda forma. 

São momentos mais emocionantes do que tristes devo salientar, e eu acho que foi algo que me pegou positivamente também, porque se sentir emocionado e tocado assistindo algo é sempre wow, sabe?

 

Elenco de Caçadores de Demônios da OCN

Segunda temporada

Com a popularidade de Caçadores de Demônios, o drama acabou por se tornar a maior audiência da sua emissora de origem, OCN, e conquistou ótimos índices, principalmente internacionalmente com a distribuição da Netflix.

Não há uma previsão de estreia para a segunda temporada, mas o público acredita que seja para o início de 2022, ou até mesmo para o final de 2021, considerando que o dorama teve sua estreia em novembro de 2020 na televisão coreana.

 

Curiosidades

De acordo com a Nielsen Coreia, o 16º episódio quebrou seu recorde pessoal, ganhando a classificação nacional média de 11%. É dito também, como mencionado anteriormente, que foi a maior audiência da história da OCN.

A roteirista Yeo Ji Na se envolveu no dorama até o episódio 12, porém, de acordo com a Soompi, por divergências do rumo final da história, ela resolveu sair. O episódio 13 teve como roteirista Yoo Sun Dong e, a partir do episódio 14 até o final, o roteirista foi Kim Sae Bom.

A atriz Kim Se Jeong era integrante do grupo Gugudan, formado pela Jellyfish Entertainment em 2016. Ela se tornou popular por ser uma das onze integrantes finalistas do projeto de grupo feminino da Mnet, I.O.I.

O personagem So Mun foi o primeiro papel principal de Jo Byeong Gyu.

 

Polêmica

Atenção! Contém informações sobre bullying, portanto se você possui gatilho, não leia.

 

No começo de fevereiro, houve uma onda de idols e atores/atrizes sendo acusados de bullying na época em que estavam no colégio. 

Para se aprofundar um pouco mais sobre o assunto, aconselho que vocês pesquisem porque foram muitas notícias e isso causou até certa confusão.

Enfim, o ator Jo Byeong Gyu, no dia 16 de fevereiro, foi acusado de praticar bullying contra a vítima A, enquanto estudavam na Nova Zelândia. 

No entanto, um pouco depois “A” pediu desculpas e apagou a postagem. Houve mais duas acusações de bullying vindo de “B” e “D”, porém “C” apareceu em defesa do ator.

A agência do ator entrou com uma ação legal contra os indivíduos e negou as acusações.

Na penúltima semana de fevereiro, Jo Byeong Gyu escreveu uma declaração em seu Instagram sobre o ocorrido.

Segundo tradução do Doramas Brasil, o ator alega que “D” usou uma foto aleatória de outro colega de classe, sem permissão. Ele também comenta que estudaram na mesma escola, mas não eram conhecidos e nunca foram ao karaokê juntos.

Ele nega as acusações de violência e diz que a pessoa pagou sua postagem falsa e ele enfatiza que a exclusão da postagem e o pedido de desculpas não são resultado de ameaças de tratamento ou intimidação (o que sabemos que acaba acontecendo bastante, principalmente em acusações de estupro).

O ator também comenta que gostava de jogar futebol no fundamental, mas nega que tenha chutado crianças no campo ou cometido violência (algo que foi alegado por “B”). Também nega que já tenha extorquido dinheiro de terceiros ou andado de moto.

Jo Byeong Gyu foi transferido para Bucheon no terceiro ano do ensino fundamental.

Ele diz que foi maliciosamente enquadrado por coisas que não fez com base em uma postagem e uma foto não relacionada. Além disso, ele menciona que foram contatados no dia seguinte pelo acusador, pedindo clemência, mas que foi difícil superar a sensação de estar sendo injustiçado. Ele comenta que concordaram em ser tolerantes, porém mais postagens maliciosas surgiram depois disso.

Houve outros casos, inclusive de uma atriz que estava com um dorama com estreia em fevereiro, mas que foi adiado devido a acusações. 

Alguns idols que também foram acusados de bullying e até mesmo assedio verbal, foram afastados provisoriamente de suas atividades até que tudo seja apurado.

Fontes (além da já citadas no texto): Asian WikiSoompi

Compartilhe

Deixe uma resposta