RESENHA: Strong Woman Do Bong Soon

E o drama de hoje é Strong Woman do Bong Soon de 2017 e que foi um sucesso quando saiu!

strong woman do bong soon poster
Fonte: JTBC
Drama: Strong Woman Do Bong Soon
Hangul: 힘쎈여자 도봉순
Diretor: Lee Hyeong-Min
Escritor: Baek Mi-Kyeong
Emissora: JTBC
Episódios: 16

 

CUIDADO! Contém spoilers!

 

1) SINOPSE

Do Bong Soon (interpretada por Park Bo Young) é uma garota que nasceu com super poderes (força excessiva) que vem da linhagem de sua família e atinge apenas as mulheres. Ela mantém isso em segredo, mas tenta ajudar a todos que precisam sem revelar aos demais a sua super força.

No entanto, nem sempre ela consegue manter sua super força distante de encrenca e é assim que ela acaba conhecendo An Min Hyuk (interpretado por Park Hyung Sik), o CEO de uma empresa muito famosa. Encantado com a força de Bong Soon e necessitado de um segurança que vá, de fato, protegê-lo quando sua vida estiver em perigo, o CEO lhe oferece uma proposta de emprego muito diferente.

Em paralelo com a história dos dois, porém, alguns crimes contra mulheres acontecem na região e o detetive In Kook Doo (interpretado por Ji Soo), grande amigo e paixão (nem tão) secreta de Bong Soon, está atrás do criminoso.

 

2) PERSONAGENS PRINCIPAIS

 

strong woman do bong soon poster
Fonte: JTBC
Do Bong Soon e An Min Hyuk

Diferentes e ao mesmo tempo tão parecidos.

Do Bong Soon é uma garota estupidamente forte por conta de seus super poderes, mas ao mesmo tempo dócil, gentil, fofa, decidida e muito engraçada. Ela não perde tempo se intimidando com os outros, não tem medo de enfrentá-los e tampouco de dar a cara a tapa (literalmente).

Acho que foi uma das personagens femininas de drama mais incríveis que eu já tive o prazer de conhecer, principalmente porque todo o seu jeitinho e seu tamanho (ela é tão pequenininha) fazem ela parecer frágil e alguém que precisaria de proteção, mas quando ela arregaça as mangas e mostra que quem precisa de proteção são os outros, pois ela não tem dó.

An Min Hyuk é um CEO que chegou aonde está por puro esforço e não pelo dinheiro de seu pai. Ele faz o que gosta, com muita paixão e afinco, sem dar margem para os “haters” e pessoas que querem destruir sua empresa ou ele próprio terem força ou vez. Enfrenta tudo isso com muita garra e coragem, sem vergonha de pedir ajuda a Bong Soon quando a contrata como segurança para sua proteção após uma série de ameaças.

Ele se mostra uma pessoa que confia nela e em seus poderes — já que presenciou tudo mesmo sem saber como aquilo era possível —, disposto a manter sua empresa e seu sonho independente de quem é contra.O modo como a vida dos dois se mistura é muito interessante, pois foi tudo na base do interesse.

Bong Soon precisava de um emprego e, apesar de não ser realmente o que desejava, ela vê ali uma oportunidade quando descobre que Min Hyuk é o CEO da empresa que ela sempre desejou trabalhar e mostrar do que era capaz. Já Min Hyuk precisava de alguém que conseguisse protegê-lo e estivesse ao seu lado como segurança; que possuísse não apenas força, mas também coragem.

 

 

A amizade que eles desenvolvem é maravilhosa, pois tudo flui naturalmente.

Começa com aquele sentimento de divergente de “ódio-amor” simplesmente por Bong Soon ser apaixonada por Kook Doo e Min Hyuk mostrar um estranho interesse por ele também. Eventualmente, porém, ela descobre que tudo não passou de um mal entendido, na qual o CEO não se deu ao trabalho de desfazer por achar tudo muito engraçado — o que foi realmente, foi transformou as cenas entre os três muito cômicas e até fazer alguns de nós shippar Kook Doo e Min Hyuk mais do que deveríamos, diga-se de passagem — e por realmente não se importar com isso.

O romance, é claro, cresce com o passar do tempo e eu acho que foi tudo tão natural e belo que não poderia ser melhor. Tem um drama aqui e ali, o que é esperado, mas o modo como se desenvolveu foi o que eu mais gostei.

Min Hyuk era óbvio desde que descobriu seus sentimentos, mas Bong Soon foi mais relutante, afinal ela tinha uma paixão não correspondida até pouco tempo trás. Ainda assim foi maravilhoso o momento que ela se entregou aos seus sentimentos e os dois passaram a compartilhar juntos da experiência, mostrando momentos extremamente fofos entre casal de forma tão natural que me deixou boba.

 

premier swdbs
Fonte: JTBC e Soompi

 

In Kook Doo e An Min Hyuk

É impossível não se encantar com os dois.

In Kook Doo é um rapaz que trabalha na polícia e não costuma ouvir muito bem o que seus superiores falam, pois ele está sempre pensando em novas possibilidades para se resolver o caso. Ele fica muito intrigado com o que tem acontecido na região onde Bong Soon mora, tentando descobrir o que acontece mesmo quando dizem que os crimes não estão ligados.

strong woman do bong soon poster
Fonte: JTBC

 

Um rapaz que parece emocionalmente distante e que possui uma bela namorada, o motivo das tristezas de Bong Soon.

Os dois são amigos desde o colégio, onde Bong Soon passou a nutrir uma paixão platônica por Kook Doo desde então. Ela nunca revelou sobre seu segredo justamente por temer a reação do amigo, fazendo-se de frágil e indefesa na sua frente quando necessário.

Apesar de tudo e do quão óbvia Bong Soon é em relação aos seus sentimentos, mesmo que não diga com todas as letras, Kook Doo se mostra uma pessoa que não nota o que está diante de seus olhos, seja em relação aos sentimentos alheios ou aos seus próprios, e acaba tratando Bong Soon de um modo não muito confortável — ao menos ao meu ver.

Mas é claro que isso muda aos poucos com a presença de Min Hyuk.

Não houve uma amizade propriamente dita — Kook Doo é protetor em relação a Bong Soon quando ela começa a trabalhar para Min Hyuk —, porém houve muita interação por causa dessa relação esquisita que eles desenvolveram.

Kook Doo não demonstra em momento algum sentir algo por Bong Soon justamente por ter namorada, mas a coisa muda de figura quando o CEO aparece e demonstra certo interesse na heroína. É claro que, para ela, os Min Hyuk estava apenas interessado em Kook Doo — principalmente depois de saber dos boatos de que o CEO era gay — e o queria para si. Esses momentos tornaram o drama tão engraçado e com as melhores cenas que você poderia imaginar.

Os atores trabalharam muito bem os personagens se envolvendo um com o outro de forma rival, porém também trabalharam extremamente bem o momento em que Bong Soon sonha com os dois juntos se abraçando.

Desde o começo do drama eles mencionam os boatos sobre Min Hyuk ser gay e o mais interessante de tudo é a naturalidade com a qual eles tratam sobre isso. A Coreia do Sul é conhecida por seu preconceito e retratar tal assunto em um drama, normalmente, é sempre muito vago e sem qualquer destaque. No entanto, dessa vez, foi muito bacana eles mostrarem esses boatos e o modo como os personagens agiam diante disso, sem se importar com a orientação sexual de alguém.

strong woman do bong soon poster
Fonte: JTBC

 

Demais personagens

 

Pessoas em torno de Do Bong Soon

Ahn Woo Yeon como Do Bong K

Shim Hye Jin como Hwang Jin Yi

Yoo Jae Myung como Do Chil Goo

Park Bo Mi como Na Kyung Shim

Baek Soo Ryun como Soon Shim

Kim Mi Hee como mãe de Myung Soo

Kim Soo Yeon como mãe de Jae Soon

 

Pessoas em torno de Ahn Min Hyuk

Jeon Seok Ho como secretário Gong

Han Jung Kook como Ahn Chul Do

Kim Seong Beom como Ahn Dong Ha

Shim Hoon Gi como Ahn Dong Suk

Lee Se Wook como Ahn Kyung Hwan

 

Pessoas em torno de In Kook Doo

Seol In Ah como Jo Hee Ji

Yoon Ye Hee como Jung Mi Hwa

 

Pessoas junto de Baek Tak

Im Won Hee como Baek Soome

Kim Min Kyo como Ah Ga Ri

Kim Won Hae como Kim Kwang Bok

Kim Ki Moo como Hwang Hyun Dong

Lee Ho Cheol

 

Equipes criminosas da delegacia de polícia de Do Bong

Choi Moo In como líder da equipe Yook

Oh Soon Tae como Bulgom

Joo Ho como Neokboi

Choi Hyung como Heollaengyi

Kim Won Suk como Dotbogi

 

Empregado do Ainsoft

Kim Won Hae como Oh Dol Pyeo

 

Outros

Jang Mi Kwan como Kim Jang Hyun

Son Hyo Eun como Jung Hyang Sook (vítima assassinada)

Choi Hyun Seo como Kim Ji Won (primeira vítima sequestrada)

Choi Young Shin como Lee Joo Young (segunda vítima sequestrada)

Min Ji Hyun como a farmacêutica (terceira vítima sequestrada)

 

strong woman do bong soon poster
Fonte: JTBC

 

3) OPINIÃO

Eu sou muito suspeita para falar desse drama simplesmente por tê-lo amado do começo ao fim.

Gosto do envolvimento do ficcional — o fato de que Bong Soon possui uma super força e quer utilizá-la para ajudar os demais — com a realidade da vida real, no caso, os crimes contra as mulheres que tem ocorrido na região.

Toda essa mistura me fez ansiar pelos episódios dia após dia simplesmente por não saber o que esperar, já que não demoramos um bom tempo para descobrir os motivos dos crimes, quem é o criminoso e como os três personagens principais acabam ligados a isso.

O modo como eles se envolvem e desenvolvem a relação também é o que tornou esse um dos melhores dramas para mim, pois sem química e sem momentos memoráveis fica difícil se apaixonar pelos personagens.

Eu consegui amar os três principais mesmo quando havia momentos que eu queria socar a carinha fofa do Kook Doo ou dar um berro com a Bong Soon. Eles foram incríveis durante toda a história e mostraram um grande crescimento.

Além disso, eu sofri um encanto muito grande pelos outros personagens que apareceram, pois todos eles tiveram sua devida importância, mesmo aqueles que apareciam apenas para deixar a história mais leve e engraçada.

De certo modo, nada do que nos foi apresentado foi em vão ou sem motivo, tendo importância direta com os personagens principais de algum modo.

Eu me apaixonei pelas cenas tensas, pelas cenas fofas, pelas cenas engraçadas e pelo drama como um todo.

SWDBS está disponível no DramaFever e Viki.

Compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu